Aqui você encontra todas as informações
para dar entrada no Seguro DPVAT.

D
P
V
A
T

Documentação necessária para pedir o seguro dpvat

Assista ao vídeo e confira alguns documentos para dar entrada no seu pedido. Para conferir a lista completa, clique na cobertura abaixo:

Prazos para dar
entrada no seguro dpvat

Você tem até 3 anos para dar entrada no seu pedido de indenização. Confira abaixo os detalhes:

  • Em casos de reembolso de despesas médicas: o prazo
    é de até 3 anos, contados a partir da data do acidente.
  • Em casos de invalidez permanente: o prazo é de até 3 anos a contar da data da ciência da invalidez.
  • Em casos de morte: o prazo é de até 3 anos, contados
    a partir da data do óbito.

É muito importante enviar todos os documentos corretos para que o pagamento seja realizado em até 30 dias.

Valores pagos em cada cobertura do seguro dpvat

Confira no vídeo ou na lista abaixo quais são os valores do benefício em cada caso.

Despesas médicas ATÉ R$ 2.700,00 1
Invalidez permanente DE R$ 135,00 ATÉ R$ 13.500,00 2
Morte R$ 13.500,00 3
Clique e saiba mais sobre os valores de cada cobertura
1. O valor do reembolso médico-hospitalar varia conforme o total de despesas comprovadas. 2. O valor da indenização por invalidez permanente varia com a gravidade da lesão. 3. Os beneficiários são os herdeiros legais das vítimas.

Atendimento

confira os canais para dar entrada
no seu pedido do Seguro DPVAT.

Central de Atendimento

4020-1596 (Capitais e Regiões Metropolitanas)

0800 022 12 04 (Outras Regiões)

De segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, exceto feriados nacionais

Aplicativo seguro dpvat

É gratuito e você pode fazer todo o processo por ele.

Clique e baixe o app App Store Google Play

Pontos de atendimento

São mais de 7 mil pontos em todo o Brasil.

Clique AQUI e encontre o mais perto de você

Tipos de cobertura
do seguro DPVAT

Despesas Médicas

O beneficiário é a própria vítima que gastou com assistência médica, hospitalar ou farmacêutica após um acidente de trânsito.

Invalidez permanente

O beneficiário é a própria vítima e a indenização é paga em casos de perda ou redução, total ou parcial, em caráter definitivo, das funções de membro(s) e/ou órgão(s), em decorrência de acidente de trânsito.

Morte

Os beneficiários são os herdeiros legais das vítimas
em casos de óbitos de motoristas, passageiros ou pedestres,
decorrentes de acidente de trânsito.

perguntas frequentes
seguro dpvat responde

Quem tem direito ao Seguro DPVAT?

Todos os brasileiros. O Seguro DPVAT protege motoristas, passageiros e pedestres em caso de acidente de trânsito. Você não precisa ter um carro ou uma moto ou um caminhão. Se for vítima de um acidente de trânsito, você pode, sim, pedir o benefício.

Como dar entrada no Seguro DPVAT?

Você pode fazer o pedido pelo aplicativo, por telefone ou em um ponto de atendimento. Há mais de 7 mil opções de unidades em todo o País. Você pode dar entrada sozinho e é gratuito. Saiba mais aqui: https://estamosaquiparavoce.com.br/atendimento/.

Quais são os documentos necessários para dar entrada no Seguro DPVAT?

A documentação vai depender da cobertura solicitada. São três tipos: reembolso de despesas médicas, invalidez permanente e morte. Em todos os casos, é preciso apresentar o documento de registro do acidente e o CPF e identidade da vítima e do beneficiário. Para conhecer a lista completa de documentos para cada cobertura, basta acessar: https://estamosaquiparavoce.com.br/documentacao-necessaria/.

Em quanto tempo eu recebo o Seguro DPVAT?

Se a documentação estiver ok, o pagamento é depositado na conta corrente ou poupança da vítima ou do beneficiário em até 30 dias.

Até quando o pedido do Seguro DPVAT pode ser feito?

O prazo para dar entrada é de até três anos. Se a documentação estiver ok, o pagamento é depositado na conta corrente ou poupança da vítima ou do beneficiário em até 30 dias. Para maiores informações: https://estamosaquiparavoce.com.br/prazos-para-dar-entrada/.

Quais são esses valores da indenização do Seguro DPVAT?

Eles variam de acordo com a cobertura. Nos casos de morte, são R$ 13.500,00; invalidez permanente pode variar de R$ 135,00 a R$ 13.500,00; e reembolso de despesas médicas pode chegar até R$ 2.700,00. Acesse: https://estamosaquiparavoce.com.br/valores-das-indenizacoes/.

O Seguro DPVAT cobre danos com o veículo?

Não cobre. Se acontecer um acidente de trânsito que estrague o carro, a moto ou outro veículo, esses danos não estarão cobertos. O DPVAT é um seguro para as pessoas que são vítimas de um acidente de trânsito no Brasil, sejam motoristas, passageiros ou pedestres. Para saber mais sobre as coberturas, é só acessar https://estamosaquiparavoce.com.br/tipos-de-cobertura/.

Para solicitar o Seguro DPVAT, preciso ter informações sobre o veículo que causou o acidente?

Não. Se você não conseguiu identificar o veículo que causou o seu acidente, fique atento para que o documento de registro do acidente, também conhecido como boletim de ocorrência ou B.O., contenha essa informação de que o veículo não foi identificado. Além do B.O., o CPF e identidade da vítima e do beneficiário — quando não forem a mesma pessoa — também são documentos básicos. Para saber mais sobre outros documentos, acesse: https://estamosaquiparavoce.com.br/documentacao-necessaria/.

Como acompanhar o andamento do processo?

Você pode entrar no site https://www.seguradoralider.com.br/. ou então mandar uma mensagem pelo WhatsApp para o número (21) 96781 3444. Nos dois canais, é importante ter em mãos o CPF ou o número do pedido. E lembre-se: se a documentação entregue estiver correta, o pagamento cai na conta em até 30 dias.

Posso receber o valor do Seguro por uma conta de banco digital?

Com certeza. O pagamento pode ser feito em conta corrente de qualquer banco, incluindo os digitais, ou então em conta poupança. O mais importante é ficar atento ao seguinte: o pagamento só pode ser realizado na sua própria conta ou do herdeiro legal em casos de falecimento. Saiba mais: http://estamosaquiparavoce.com.br/assets/pdf/landing_page_cartilha_bx7.pdf.

Como os beneficiários não alfabetizados podem assinar o formulário do Seguro DPVAT?

Quem deve preencher e assinar o formulário para pedir o Seguro DPVAT é sempre o próprio beneficiário. Mas se ele não for alfabetizado, deverá escolher uma pessoa de sua confiança para preencher e assinar o formulário por ele, na presença de duas testemunhas. Isso significa fazer a assinatura a seu pedido, ou a seu rogo, como é mais conhecido. O próprio formulário e mais informações sobre a documentação estão aqui: https://estamosaquiparavoce.com.br/documentacao-necessaria/.

O laudo do IML é obrigatório para solicitar a cobertura por invalidez permanente do Seguro DPVAT?

Você deve ter lido que esse é um documento importante. Mas se você estiver impossibilitado de apresentar o laudo porque, por exemplo, não há IML na sua região ou o IML próximo a você não atende aos pedidos do Seguro DPVAT, você deve preencher a Declaração de Ausência do Laudo do IML, destacado no Formulário do Pedido do Seguro DPVAT. Você encontra o formulário e outras informações no site https://estamosaquiparavoce.com.br/documentacao-necessaria/.

Nos casos de morte da vítima, quem são os herdeiros para o Seguro DPVAT?

Os herdeiros são, prioritariamente, esposas, maridos, companheiros e filhos. Se a vítima não foi casada, não teve companheiros e não teve filhos, a indenização será destinada aos pais. Se não tem pais vivos, a indenização vai para os avós. Se não tem avós, vai para os irmãos. No site explicamos com detalhes até como é a divisão dos valores. Acesse: http://estamosaquiparavoce.com.br/assets/pdf/landing_page_cartilha_bx7.pdf.

Depois do acidente, coloquei uma tipoia no braço e vou ficar dois meses com ela, sem poder trabalhar. Já tenho direito a solicitar a cobertura por invalidez permanente do Seguro DPVAT?

Nesse caso não, sabe por quê? A cobertura por invalidez permanente do Seguro DPVAT é para casos em que a pessoa fica com uma sequela definitiva depois de um acidente de trânsito. Mas, para isso, ela precisa terminar o tratamento médico e a documentação mostrar que o membro ou o órgão do corpo teve um problema irreversível. Ou seja, que não terá cura. Então, quando a pessoa ainda está com tipoia, por exemplo, ela ainda está em tratamento. Mas isso não impede que ela solicite o Seguro DPVAT para despesas médicas que tenha tido com o tratamento. Esta é outra cobertura do Seguro e vale sempre para aqueles casos que a vítima teve uma despesa não coberta pelo plano de saúde, compra de medicamentos, fisioterapia, entre outros. Acesse https://estamosaquiparavoce.com.br/tipos-de-cobertura/ e confira tudo direitinho.

O que é a cobertura chamada de invalidez permanente?

Invalidez permanente é uma sequela irreversível e sem cura, causada pelo acidente. Muitas vezes, só é possível saber se aquela lesão será permanente depois de realizar todo o tratamento médico da área machucada. O Seguro DPVAT tem uma cobertura específica para esses casos. Acesse https://estamosaquiparavoce.com.br/tipos-de-cobertura/.

O pedido deve ser feito pelo dono do veículo que causou o acidente?

Não. Se a vítima era passageiro de um veículo ou pedestre e sofreu um acidente de trânsito, basta reunir todos os documentos necessários, de acordo com a cobertura a ser solicitada, e dar entrada no pedido de indenização. O mesmo vale também se a pessoa é a beneficiária legal de alguém que faleceu depois de um acidente e vai dar entrada como beneficiário da vítima. Saiba mais em https://estamosaquiparavoce.com.br/documentacao-necessaria/.

O que é o número do sinistro?

Depois que você entrega a documentação, o seu pedido de indenização é cadastrado com um número chamado de sinistro, que você recebe na hora pelo app, no ponto de atendimento ou por carta enviada para o seu endereço. Se você não lembra o número do seu pedido, pode consultar o andamento do processo informando seu CPF pelo site ou pelo WhatsApp, no número (21) 96781 3444. Acesse https://estamosaquiparavoce.com.br/atendimento/ e saiba mais.

Não gosto de enviar documentos por aplicativos. Posso dar entrada em algum ponto de atendimento físico?

Com certeza! Você pode dar entrada no Seguro DPVAT em mais de 7 mil pontos de atendimento espalhados pelo Brasil. Você consegue encontrar o local mais perto de você no site estamosaquiparavoce.com.br. Seja pelo aplicativo ou presencialmente, o mais importante é saber que você pode dar entrada sozinho e é gratuito. Acesse https://estamosaquiparavoce.com.br/atendimento/ e saiba mais.

Exemplos de despesas médicas reembolsadas pelo DPVAT?

Consultas médicas, curativos na pele, exames de sangue, raio-X, fisioterapias e botas de gesso são alguns exemplos de despesas que podem ser reembolsadas. O valor máximo dessa cobertura é de R$ 2.700,00. Confira alguns outros exemplos de valores de reembolso médico para ajudar você: http://estamosaquiparavoce.com.br/assets/pdf/landing_page_cartilha_bx7.pdf.

Qual é o valor pago nos casos de invalidez permanente?

Os valores variam de acordo com o órgão ou membro do corpo que foi afetado pelo acidente. Se for uma perda auditiva, por exemplo, é um valor. Se for uma perda de mobilidade, é outro. Nesse site aqui http://estamosaquiparavoce.com.br/assets/pdf/landing_page_cartilha_bx7.pdf você vai encontrar diversos exemplos. Lembrando que o valor máximo para a cobertura de invalidez permanente é de R$ 13.500,00.

Sofri um acidente em 2016 e fui indenizado. Em 2019, sofri outro acidente com uma fratura mais grave. Tenho direito a uma nova indenização?

Cada caso é um caso. O fato de já ter recebido o Seguro DPVAT uma vez não impede que você receba novamente. Mas é preciso concluir o tratamento e comprovar que o novo acidente causou uma nova lesão, irreversível e sem cura. Então só o tratamento médico vai dizer. Vale sempre lembrar também que existe a cobertura de reembolso de despesas médicas.

Meu marido sofreu um acidente e eu comprei medicamentos para ele no meu nome. Isso pode interferir na hora de receber o reembolso do Seguro DPVAT?

Interfere, sim! Para solicitar a cobertura de reembolso de despesas médicas, é muito importante que todos os comprovantes apresentados estejam no nome da vítima. Por falar em documentação, lembre-se de conferir no site todos os documentos necessários para cada tipo de cobertura. Assim você agiliza o seu processo e consegue receber mais rápido a indenização.

Você tem outras dúvidas?

Ligue para nossa Central ou fale com a gente nas redes sociais.

A equipe do Seguro DPVAT está pronta para te ajudar.